Maratona RodAda Hacker na São Paulo Tech Week

Durante os dias 6, 7 e 8 de novembro o Olabi, organização que tem como foco a apropriação de novas tecnologias, em parceria com a Casa de Lua, o Labhacker, o Preto Café, a Red Bull Station, minas programam, Coletivo Rosas – Fala Guerreira, o Coletivo PrograMaria, e a Secretaria de Políticas para as Mulheres realizará seis RodAdas em diferentes pontos da cidade durante a São Paulo Tech Week.

 

Dias, locais e horários das RodAdas:

  • Dia 06/11 – CEU Parelheiros – 9h às 12h – endereço: Rua José Pedro de Borba, 20 – Jardim Novo Parelheiros
  • Dia 07/11 – Casa de Lua – 9h às 17h – endereço: Rua Engenheiro Francisco Azevedo, 216 – próximo ao metrô Vila Madalena.
  • Dia 07/11 – LabHacker – 9h às 17h – endereço: Rua Alfredo Maia, 506 – Luz – próximo ao metrô Armênia
  • Dia 07/11 – RedBull Station – 10h às 18h – Praça da Bandeira, 137 – Centro
  • Dia 08/11 – Preto Café – 9h às 17h – endereço: Rua Simão Álvares, 781 – Pinheiros.
  • Dia 08/11 – Fábricas de Cultura – 9h às 17h – endereço: Rua Antônio Ramos Rosa, 651 – Jardim São Luís.

Inscrições: http://rodadahacker.org/participe

A RodAda Hacker é uma rede que se baseia em oficinas de programação especialmente desenhadas para meninas e mulheres. Um encontro para quem quer imaginar e construir projetos incríveis e recriar as tecnologias da rede. O evento já ocorreu em várias partes do país, organizado por diversos coletivos, redes, instituições e teve esta edição paulista contemplada pelo Prêmio Tech em Sampa 2015 da Prefeitura de São Paulo.

As oficinas desta RodAda que ocorrem na SP TechWeek são gratuitas e para participar em uma delas é necessário se inscrever em http://rodadahacker.org/participe. Solicitamos que as participantes levem seus computadores, se possível.

Além das oficinas em seis diferentes pontos da cidade, a data marca o lançamento do novo site do projeto e de um manual sobre como fazer uma RodAda Hacker. A ideia é compartilhar a metodologia na rede para quem quiser copiar, colar, remixar, e organizar RodAdas futuras, incentivando assim que mais meninas e mulheres possam entrar para o mundo da tecnologia.

Durante as oficinas, as participantes terão mentoria quase que personalizada (para cada grupo de 6 meninas, haverá uma tutora experiente disponível) e desenvolverão um site, blog ou aplicativo – usando não apenas os conhecimentos de programação das tutoras, mas também os seus interesses pessoais, repertório e habilidades. Para isso, recomenda-se que cada participante leve uma ideia, um projeto simples para trabalhar: a melhor estratégia é escolher algo que possa ser aprendido e produzido em poucas horas.

 

Sobre a RodAda Hacker

O projeto surgiu em 2012, a partir da percepção da ativista Daniela Silva de que existem poucas mulheres atuando nas atividades técnicas ligadas à internet, como engenharia ou programação. O nome do evento é uma homenagem a Ada Lovelace – inglesa que é conhecida como a primeira programadora do planeta.

É difícil entender se esse número historicamente baixo de mulheres nos espaços de inovação tecnológica é que alimenta o estereótipo masculino desses espaços, ou se é justamente o estereótipo que impede ou desincentiva as mulheres a participarem mais como criadoras da internet. O fato é que precisamos *fazer* alguma coisa para mudar essa história, quebrar os preconceitos e abrir espaço para construirmos uma internet realmente aberta, mais diversa e mais justa.

Considerando que a internet é um dos mais importantes espaços de participação social, política e cultural no mundo contemporâneo, queremos incentivar o protagonismo feminino na programação e criar novas oportunidades de transformação da realidade.

 

Sobre a São Paulo Tech Week

A São Paulo Tech Week é um movimento que valoriza o DNA criativo, inovador e empreendedor de São Paulo. No período de 03 a 09 de novembro São Paulo será palco para iniciativas e eventos dinâmicos, atraindo e conectando milhares de talentos, empreendedores e investidores e posicionando São Paulo como um hub global de inovação.

Sejam muito bem-vindas!

 

Contas transparentes

Saiba como está sendo usado o dinheiro do prêmio “Mulheres Tech em Sampa” que tornou possível a realização da Maratona RodAda Hacker na SPTW.

Custos de producao: R$ 2.000
Design de peças de divulgação e webiste + desenvolvimento de website: R$ 2.000
24 instrutoras (ajuda de custo para almoço e deslocamento): R$ 3.600 (R$ 150 para cada)
Alimentação: R$ 1.900
Fotografia: R$ 500
Total: R$ 10.000

 

logos